Buscar

Cogumelo medicinal para quem?


Costumo escrever mais sobre plantas e por muitas vezes também já manifestei o quanto me encanto com os fungos, principalmente os conhecidos como cogumelos. Na época da faculdade em biologia e atuando no Laboratório zelava por esses cultivos, confesso que já coletei fungos para estudá-los de inúmeros locais, incluindo aí do meu próprio corpo ( quem nunca diante um microscópio não teve essa curiosidade não é mesmo!? :D).


Se não lembra bem o que é um fungo desejo que essa conversa aqui seja um incentivo para ir pesquisar mais sobre o Reino Fungi composto de seres fantásticos, incluindo os conhecidos popularmente por bolores, mofos, orelhas-de-pau, ou até mesmo o champignon que vai na sua pizza.


Há uma infinidade de interações que foram criadas entre nós e os fungos ao longo de nossa evolução, algumas benéficas e outras nem tanto. Hoje vim compartilhar um pouco mais sobre cogumelos medicinais e escolhi um deles o Cordyceps militaris.


Muitos já ouviram dizer de fungos que transforma insetos, larvas e aranhas em zumbis em algum lugar nesse mundão da internet e muitos dos Cordyceps estão envolvidos nisso. É um gênero de fungos de maioria endoparasítica de insetos e artrópodes.


Cordyceps militaris crescem em bicho-da-seda.

Quando um esporo do Cordyceps tem uma oportunidade de interagir com um desses, ele buscará com toda sua habilidade biológica uma forma de se desenvolver e se reproduzir nele, crescendo através de seus órgãos vitais, e tomando conta do sistema nervoso central, alterando o seu comportamento a fim de favorecer sua dispersão de esporos. O conduz a outros locais de forma que isso ocorra de forma mais eficiente. Depois que a vítima morre o fungo se desenvolvem mais, formando um corpo de frutificação alaranjada (“cogumelo”), cuja função é produzir mais esporos que serão carregados pelo vento até outra área e recomeçando assim todo seu ciclo.


Por isso comecei essas palavras questionando “cogumelo medicinal para quem?”

Para muitos insetos e artrópodes acho que não.


Já conosco essa relação com Cordyceps militaris tem alguns benefícios milernamente conhecidos, no conhecimento tradicional chinês entende-se que o Cordyceps se comporta como um fator de equilíbrio entre corpo e alma, recuperando a harmonia entre os órgãos do corpo. Durante vários séculos, só as classes elitistas tiveram o privilégio de se beneficiar das suas propriedades, e com a difusão desses conhecimentos, desde a década de 80 vem sendo estudados pela complexidade de bioativos de interesse medicinal e comercial.


Conhecida como ‘fungo laranja da lagarta’ essa é uma das espécies mais difundidas do gênero, pois se adaptou mais facilmente aos cultivos laboratoriais (diferente de “seu irmão famoso” o Cordyceps sinensis de difícil cultivo) e ainda que tenha alguns gargalos em sua produção em maior escala, vem se popularizando no mercado internacional. É muito utilizado em países do oriente como no preparo em sopas, ensopados e às vezes até mesmo consumido como chá, vem sendo ampliado também sua utilização no ocidente como nutracêutico através de cápsulas, extratos e tinturas.



Cordyceps - chá

Os fungos Cordyceps são populares na China por suas propriedades de aumento da imunidade e fortalecimento da energia. Seus usos no tratamento médico datam do Compêndio da Matéria Médica, um livro amplamente considerado a enciclopédia da medicina tradicional chinesa, escrito na Dinastia Ming (1368-1644).


Em estudos mais recentes evidências mostraram que os princípios ativos de C. militaris são benéficos para atuar como antiinflamatório, antioxidante antitumoral, antileucêmico, antiproliferativo, antimetastático, imunomodulador, antimicrobiano, antibacteriano , antiviral, antifúngico, antiprotozoário, inseticida, larvicida, antifibrótico, esteroidogênico, hipoglacaêmico, hipolipidêmico, antiangiogênico, antidiabético, antirretroviral, antimalárico, antifadiga, neuroprotetor, potenciador da função hepática, dos rins, pulmões, da libido, de desempenho sexual, sem falar em suas outras atividades sinérgicas. Muitas das evidências vão de encontro ao consumo tradicional e inspirando novos pesquisas.


Essa é mais uma história que relembra da importância de estudos científicos investigando e aprofundando o que o conhecimento e sabedoria popular nos conta. Cordyceps militaris é uma entre muitas espécies que cada vez mais encontraremos com benefícios para nossa saúde, através de incentivos de pesquisas e preservação da natureza.


Dê uma olhada em algumas das fontes que bebi para essa escrita:

·https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0367326X10001863?via%3Dihub

· http://www.china.org.cn/2017-10/23/content_41776297.htm

· https://www.phytojournal.com/archives/2013/vol2issue1/PartE/46.pdf

· https://www.fungicultura.com.br/especie/cordyceps-militaris/

·http://www.china.org.cn/2017-10/23/content_41776297.htm

·https://www.hsnstore.pt/blog/nutricao/fungos/cordyceps/

·http://www.anabelov.info/2016/06/cordyceps-militaris.html?m=1

· Vozes do meu coração com presença.


Com carinho,

Gabi Picolo


#fitoterapia #medicinatradicional #cogumelos #Fungos #MTC #cordyceps #cogumelosmedicinais #sabedoriapopular

Posts recentes

Ver tudo

Atendendo a pedidos das redes sociais compartilharei a seguir a chave da virada de como aconteceu a entrada da naturopatia na minha vida. Em 2014 aos meus 30 anos eu tive um diagnóstico de câncer de m

Logo trans

Gabi Picolo

Educação, Saúde e Consciência com amorosidade